English Version youtube home

Companhia Textil de Castanhal

Notícias

voltar

Semana Internacional do Café
20/10/2017

10 motivos para embalar café em saco de juta
Mesmo com o surgimento de novas tecnologias, o tradicional saco de juta continua sendo uma das embalagens mais utilizadas pelo mercado cafeeiro. Atualmente, grande parte das exportações nacionais de café ainda é despachada para o exterior em sacos de juta. 

Por que a juta é tão utilizada por produtores e exportadores de café? É para responder objetivamente a essa pergunta que a Castanhal – Companhia Têxtil participa da Semana Internacional do Café, realizada de 25 a 27 de outubro, no Expominas, em Belo Horizonte (MG).

Saiba os 10 motivos que tornam a sacaria de juta da Castanhal a embalagem com o melhor custo benefício para o café:

Regula a umidade
Confeccionada com uma fibra natural, a sacaria de juta funciona como um regulador da umidade do café, à medida que pode tanto absorver parte da umidade do grão quando o ambiente está excessivamente úmido, como pode ter sua umidade natural absorvida pelo mesmo, quando o ambiente está seco, evitando o ressecamento do produto e perda de valor do produto.

Preserva o aroma e o sabor do café
A maior proteção ao grão permite que, mesmo armazenado por um longo período, o café preserve seu aroma e sabor, garantindo uma bebida de alta qualidade na xícara do consumidor e mais rentabilidade para o produtor.

Empilhamento e armazenamento
O saco de juta pode ser empilhado com segurança e o que permite o melhor aproveitamento das áreas de armazenagem.

Controle de lotes
É possível fazer pequenos furos no saco sem rasgá-lo para colheita de amostras, o que facilita a segregação de tipos de grãos diversos e o controle de diferentes lotes de café.

Ideal para produtos orgânicos
O processo de produção do saco de juta da Castanhal é completamente livre de hidrocarbonetos, o que o torna indicado para embalar cafés orgânicos e especiais já que não há risco de interferir no aroma do produto.

Adequado às normas internacionais
Os sacos de juta da Castanhal seguem comprovadamente todos os requisitos estabelecidos pela Organização Internacional do Café e pela Norma Européia 767, de acordo com o IJO Standard 98/01 para sacos de grau alimentício (Food Grade).

Indicado pelas maiores instituições
A Green Coffee Association (GCA), organização que representa comerciantes de café, investidores e seguradoras do mercado cafeeiro nos EUA, alertou recentemente sobre o risco da utilização de embalagens confeccionadas com fibras sintéticas, pois não permitem detectar a umidade nos grãos de café. Segundo as regras contratuais da GCA, os sacos precisam ser confeccionados com materiais naturais como juta.

Biodegradável e ecológico
Em seu processo de fabricação, a Castanhal utiliza apenas óleos vegetais. Isso associado à composição natural da planta faz com que a sacaria de juta seja 100% biodegradável, isso significa que, quando descartada, se decompõe rapidamente sem deixar resíduos ou danos ambientais. Na prática representa um menor custo de descarte das embalagens recebidas para os compradores no exterior.

Sustentável
A produção nacional de juta é toda realizada na Amazônia. Cerca de 15 mil famílias de ribeirinhos têm na cultura uma alternativa de renda a atividades que agridem a floresta como a caça e a pesca ilegais. Utilizar o saco de juta é mais um trunfo disponível para produtores e exportadores preocupados com sua imagem junto aos exigentes importadores dos países desenvolvidos.

Comércio Justo
A sustentabilidade envolvida em toda a cadeia de produção da juta fez com a Castanhal fosse reconhecida como membro da GCP Global Coffee Platform, uma associação criada na Alemanha com o objetivo de ampliar a oferta de café verde produzido de forma sustentável e certificada pela FairTrade como uma empresa que pratica o “comércio justo” com os ribeirinhos da Amazônia.